5 de fev de 2011

Rap da revolução

Segundo reporta o Dangerous Minds, o primeiro rap saído depois do começo dos protestos no Egito saiu recentemente. A banda Arabian Knightz soltou a faixa "Rebel", que tem samples da Lauryn Hill. A respeito dos acontecimentos dos últimos 12 dias, um dos integrantes, chamado Rush, postou o seguinte no Facebook antes do governo derrubar tudo por lá:
Alguns artistas indie já lançaram canções contra a opressão e essas canções foram usadas em campanhas de vídeo [como a da marcha de 25 de janeiro], chamada "Dia da raiva". Alguns de nós foram para as ruas para participar no dia 25. Agora estamos nos estúdios fazendo músicas sobre isso para ter certeza de que o fogo da revolução não seja apagado pelo medo.


Como bem disse o Dangerous Minds, essa é a prova de que nem mesmo o autoritarismo é capaz de parar que quer se expressar hoje em dia. Esse é um bom tema para discussão, aliás. Mais lenha nessa fogueira. Mas que no Egito nada mais pegue fogo e a ditadura caia sem que mais sangue seja derramado. Torcemos muito.

Nenhum comentário: