23 de dez de 2010

Fluxo do conhecimento

 Isto é uma universidade. Eu juro. É a Technische Universitat em Munique. Você se desloca com escorregadores pelos andares do prédio. Lembram da Bienal de 2008? Tate Modern? Podiam colocar um desses nos shoppings de São Paulo, para cair direto no térreo ou no estacionamento. Tem até vídeo, vejam só:

Papai Noel, velho satanista

Os fiéis da Westboro Baptista Church ficaram famosos pela frase "god hates fags". Já importunaram velórios de militares americanos e tentam proteger seus filhos (os deles, não os seus) desse mundo cruel e secular. A nova empreitada é essa paródia de "Santa Claus is coming to town" chamada espertamente de "Santa Claus will take you to hell". Sem mais a dizer.

Assange na MSNBC

Para os leitores interessados no WikiLeaks, muito interessante. Para os leitores jornalistas, obrigatório. Via Bruno Torturra.

22 de dez de 2010

Ciência para todos


OK, não é bem de ciência que o Engineer Guy está falando neste vídeo, mas tudo bem. Ele explica o porquê da nossa fila no caixa sempre ser (ou parecer) a mais lenta, usando noções de telefonia e probabilidade! Sério, é por isso que eu adoro os americanos, com eles, tudo vira uma explicação razoável. Invista na paciência, então, e boas compras de Natal:

21 de dez de 2010

Pior que tá, fica

Quem se lembra do movimento Cansei? Aquele grupo de pessoas apartidárias, sem interesses particulares que se "revoltou" contra a sujeira do política e não durou mais do que alguns suspiros e spots comerciais espertinhos? Bom, parece que João Dória Jr. está fazendo escola nos EUA.

We believe hyper-partisanship is destroying our politics and paralyzing our ability to govern.

O movimento No Labels parece querer pegar carona na desilusão causada pelo governo Obama e agrupar pessoas de todos os cantinhos do espectro político americano. Sim, porque Obama não fez a revolução dos sonhos nem conseguiu magicamente fazer desaparecer os rombos deixados por George W. Bush (a lembrança do Lula de 2005 não é mera coincidência).

We must put our labels aside, and put the issues and what’s best for the nation first.

Tudo lindo até aí, a coisa complica quando você dá uma rápida zapeada pelo site deles e lê alguns dos princípios de ação. Fiquei assustado com a ideia de que, para o No Labels, existem coisas que são claramente "melhores" para os EUA (ou seja, existem as "piores") e que todos devem buscar isso. Esqueça seu partido seu democrata quase comunista. Ei você, caipira sulista que acredita no creacionismo, deixe essa bobagem de lado e olhe para a verdade. Ou seja: o movimento mata a política, porque não admite perspectivas diferentes para o que eles julgam sábio. Agora, meus amigos, o que é esse "certo"? Quem disse que ele é óbvio?

Americans deserve a government that makes the necessary choices to rein in runaway deficits, secure Social Security and Medicare, and put our country on a viable, sound path going forward.Americans support a government that works to spur employment and economic opportunity by encouraging free and open markets, tempered by sensible regulation.

Qualquer tentativa de dizer que "um" caminho é o melhor, o certo, o único, deve ser olhada com desconfiança. Política é conflito e necessita dele para existir. Não confundir com violência, com anomia e falta de regras. As visões políticas tem de existir e sempre existirão muitas delas. A não, claro, que alguém imponha a sua sobre todos e crie sanções para quem divergir. Mas isso é outra história.

Vai lá (se tiver coragem): http://nolabels.org/

20 de dez de 2010

Apresentando: Calote

Entre os mais de 300 feeds que eu acompanho, outro dia apareceu isso aqui na lista interminável de itens não lidos (1000+):

(clique para aumentar)

Em outro dia aparece essa aqui, de rolar de rir:


(clique de novo para aumentar de novo)
Não tinha ideia de onde vinham essas tiras, cliquei no link e descobri o Primeiro Andar, blog do Calote. Quem é Calote? Sei lá. Resolvi mandar um e-mail para ele e saber quem é que andava floodando o meu feed. Apresento-lhes o Calote:

1. Seu nome, idade, onde mora, onde nasceu
Marcelo Gianesi Bellintani. Calote é apelido, não sobrenome (meu pai se formou em ciências contábeis). Tenho 29 anos, nasci e moro em São Paulo.


2. Trabalha com o que?
Sou redator de propaganda. Eu que inventei o "Mas não ligue ainda!" (mentira)

3. Influências
Monty Python, American Splendor, Quino, Ra Tim Bum. Mas os primeiros contatos com quadrinhos (tirando heróis e turma da mônica) que ficaram bem gravados na minha cabeça foram: Chiclete com Banana, Los três Amigos, Heavy Metal, as coisas da Editora Circo... Como todo moleque que gosta de desenhar, ficava copiando os quadrinhos desses caras.

4. Ídolos
Jaguar, Ziraldo, Laerte, Angeli, Adão, B.B.King, 

5. Que tipo de música gosta de ouvir
Blues, rock, o que conheço de jazz (que não é muito). Quando rola uma mistura de eletrônico e rock gosto também, a lá Chemical Brothers. Mas na real, sou meio autista com música. Coloco do repeat e ouço ad eternum um disco. Black Drawing Chalks (que aliás os caras desenham muito também) e Them Crooked Vultures por exemplo ouço até sair sangue do ouvido.

6. Filme favorito
Meu último filme favorito é Bicicletas de Belleville. Mas já foi O Poderoso Chefão, Transpotting, Evil Dead, O Bom o Mau e o Feio...

7. Quem levaria para uma ilha deserta
A futura Sra Calote. Sou romântico.

8. Você tem medo de altura? (trocadilho com "primeiro andar")

Tenho. Muito. E coincidentemente moro hoje no primeiro andar. Se meu apartamento pegar fogo posso pular da janela numa boa. Isso me traz um conforto especial.

9. E mais outra coisa que queira falar.

Primeiro Andar era um fanzine que desenhava com outros amigos na faculdade. Como era feito por amigos e para amigos, tinha um quê de piada interna. Isso continuou no blog, até porque o número de acessos podia ser contado nas mãos do Lula. Mas depois que participei do Pindura 2011 e da Golden Shower, sou mundialmente famoso!

Clique e torne Calote mundialmente famoso: noprimeiroandar.blogspot.com

Segunda-feira

Agora estou chegando perto da solução ideal para o problema do despertador. Uma hélice se desprende enquanto o alarme toca (bem alto, pelo visto) e só para quando você põe tudo no lugar. Aí sim. Até que não custa caro e dá para comprar pela internet. O Natal é essa semana, mas eu aceito presentes atrasados.



13 de dez de 2010

Uma pausa

Pequena pausa nos trabalhos para uma foto:

Segunda-feira

Esse é o antídoto para o botão snooze: um despertador que foge enquanto toca. Pelo vídeo, ele anda aleatoriamente fazendo bastante barulho. Seria perfeito se fugisse de você ou se escondesse em algum lugar antes de começar a tocar. Mas não seria mais um despertador e sim aquele menino-robô esquisito do Inteligência Artificial. Dá para comprar pela internet, mas é bem caro (50 dólares).



Reparou que hoje é segunda-feira 13?

11 de dez de 2010

Imersão

Três dias seguidos ouvindo a discografia do Pavement. O show deles no Planeta Terra 2010 foi lindo.

10 de dez de 2010

Jornalismo é uma merda

E não é que por acidente a CNN põe um pedaço do filme "Débi & Lóide" no meio do noticiário? E justo uma cena em que o personagem que não é o Jim Carrey sofre de um certo desarranjo digestivo no banheiro. Bizarro.

Música da sexta

Não vou para a praia e nunca peguei uma onda na minha vida. Mas eu adoro surf music faz tempo, e nesta sexta não me sai da cabeça a música do Eddie Day que eu tenho em um velho disco de surf music.

Essa é a música (a primeira), "Ultimate wave":


Esse é o disco (clique na imagem pra saber mais):

O Natal do Misery Bear

Depois do vídeo de Halloween, agora o Misery Bear entra no clima do Natal e ganha do Papai Noel o que ele sempre consegue de graça: sentir-se miserável. Perfeito para a noite do dia 24.

9 de dez de 2010

Dilemas pinguinianos

Assim como eu, os penguins também vivem dilemas e não gostam de molhar os pés. Penguinos somos nozes,

8 de dez de 2010

Uma tragédia americana

OK, eu sei que a "tragédia" é um gênero consagrado (inaugurado?) pelos gregos, mas saber que em 2011 vai estrear uma ópera baseada no fatídico 11 de setembro me deixou com essa palavra na cabeça.

A obra se chama "Heart of a Soldier" e é baseada no livro que conta a história de um segurança do banco Morgan Stanley que tentou salvar as pessoas no World Trade Center e acabou morrendo. Está prevista para dia 10 de setembro a estreia. *Calafrios*

Reconhecimento facial

"Tá na cara desse aí que ele é _______________". Complete no espaço em branco. Tá na cara das pessoas o que elas são? Uma boa parte de nós gosta de crer que sim e nos baseamos em evidências empíricas amadoras para julgarmos que somos bons em dizer o que alguém é por seu rosto (e roupa que vestem, gírias que falam).

Uma pesquisa publicada na National Association of Science Writers tentou mostrar isso usando mórmons e a alegação de que pessoas dessa religião tem mais facilidade de reconhecerem seus iguais. Segundo os fiéis, devido a uma iluminação espiritual. Os cientistas queriam descobrir se existiam características comuns aos mórmons que permitissem seu reconhecimento por outros grupos também (conhecido na ciência como "grupo padrão").

Leia o relatório de pesquisa e saiba a que conclusão eles chegaram.

E você? Sabe o que está na cara dos outros. Sabe mesmo?

5 de dez de 2010

Homenagem a Noel Rosa

Esta indicação de show é inusitada. Neste blog se fala muito de rock, mas a dica é de um show de música brasileira. Samba. Noel Rosa. E quem vai cantar não é nenhuma flor da Vila Madalena ou da Lapa, mas a drag queen Renata Perón. Ela já participou do Qual é o seu talento, n SBT e canta na noite há 15 anos. Com uma banda de primeira, Perón está lançando disco dedicado inteiramente ao cantor carioca. Vai ser no Teatro Sérgio Cardoso no dia 6/11 (segunda), e é de graça.

Noel Rosa canta "Com que roupa"


Renata Perón canta Noel Rosa
Quando: 6/11 (segunda) às 22h
Onde: Teatro Sérgio Cardoso - R. Rui Barbosa, 153, Bixiga - São Paulo
Quanto: gratuito
Site: http://renataperon2.blogspot.com/

Roberto na praia, Erasmo no samba

Fato inédito nos 35 anos de especiais do Roberto Carlos na Globo: o show de 2010 será transmitido ao vivo da praia de Copacabana. Isso nunca tinha acontecido. Robertão está mesmo perdendo suas manias. Além disso, ontem foi anunciada uma turnê dele com Stevie Wonder pelo Brasil. Genial. Será que tocam "Eles estão surdos" juntos? Ou qualquer uma, por favor. Seria história.

Agora, o que chamou atenção mesmo nessa história do Roberto foi o seguinte: vários artistas vão abrir esse show na praia, incluindo a escola de samba Beija-Flor. O tema que vão mostrar na avenida em 2011 é justamente o Rei. Eles prometeram que vão tocar o samba que Erasmo Carlos, eterno parceiro e artista subestimado, fez para concorrer na agremiação e perdeu a disputa. Será que tocam? Eu quero muito ouvir.

E para quem pensou: "Quê? Erasmo fazendo samba?", aí vão dois sambas legais que o Tremendão compôs. Porque mesmo os roqueiros gostam de uma batucada de vez em quando:

"Cachaça mecânica"


"Mané João"