21 de fev de 2011

Elbow de volta


Quando vou apresentar o Elbow aos amigos ou à namorada, gosto de usar a seguinte descrição: "É um Coldplay que toca música de verdade". Sim, porque essa é uma banda de verdade, que faz músicas suficientemente pop com arranjos suficientemente sofisticados para não não parecer que querem imitar o Radiohead.


O Elbow nunca chamou muita atenção no Brasil - você já ouviu rumores sobre shows deles em algum dos festivais? Talvez seja a hora de mudar isso e trazermos a banda para cá com a força de nossos cachês excessivos - que viram ingressos caros, que viram pista VIP, que viram cerveja de sete reais... Eles vão lançar seu novo disco, build a rocket boys!, no dia sete de março. O primeiro single, "Lippy Kids" está no Youtube, numa versão ao vivo que já dá pistas do que virá depois de um álbum tremendo: Seldom Seen Kid.


Por que eles não são tão famosos, apesar de terem muitos fãs pelo mundo e de ganharem dezenas de prêmios? Talvez seja porque sejam meio feios, meio gordos e suas roupas não chamem muita atenção. Ou talvez porque as letras não falam de bebidas, festas ou de depressões adolescentes. Elbow é rock para adultos que não se ressentem de estarem longe da adolescência. Num mundo em que somos obrigados a agir como idiotas, a engolir roteiros imbecis cheios de fantasias que garotos de dez anos inventam em suas cabeças, é quase um pecado querer a seriedade e, principalmente, a sobriedade.

Nenhum comentário: