21 de jun de 2011

É muita transparência


Eu poderia começar este post citando os inúmeros exemplos da falta de transparência no Brasil, os recentes, os médio-recentes, os antigos. Depois, eu diria como a nossa democracia é uma farsa e gastaria uns três parágrafos sendo conservador ou radical (não sei ao certo qual) e terminaria com uma frase de efeito do tipo: "Desde a hora que Pedro Álvares Cabral colocou o pé aqui deu tudo errado".

Bom, mas o que eu queria mostrar é que TODOS os (24 mil) e-mails que a Sarah Palin mandou ou recebeu entre 2006 e 2008 (quando foi governadora do Alasca) foram tornados públicos e estão disponíveis para quem quiser consultá-los. Sério. Clique AQUI e veja. Tem um monte de bobagem, corrente de e-mail, piadas. Mas tem criancinhas abençoando a ex-futura-vice-presidente do mundo, quer dizer, EUA, apoio vindo dos rincões mais conservadores da grande América.

É uma lindeza essa transparência toda. Não sei se o Assange concordaria comigo, mas com uma lei dessas, o Wikileaks seria virtualmente desnecessário.

.

Nenhum comentário: