12 de set de 2011

Semana Bob Mould



Quem é esse tiozinho de barba e óculos? É um CEO de empresa de internet revolucionária? É um escritor que está lançndo livro na Mercearia São Pedro essa semana? É seu tio, Diogo? Não! Esse é só um dos grandes nomes do rock desde os anos 80. Bob Mould é cantor, guitarrista e compositor. Influenciou incontáveis bandas desde o começo da sua carreira, em 1979 e até hoje é respeitado pelos discos solo que lança periodicamente. Porque ele é muito fodão, o sou daltônico não idiota vai homenagá-lo diurante essa semana toda. Para entender os porquês de eles ser tão legal e de merecer destaque, leia a uma rápida sessão de P&R (Pergunta e Resposta) para apresentar nosso homenageado. Depois, ouça a playlist com alguns (muito poucos) "sucessos" de sua longa carreira.

Quem é? Ex-vocalista das bandas Husker Du e Sugar. Atualmente está em carreira solo.

O que ele fez?
O Husker Du foi uma daquelas bandas que teve impacto em muita gente. É considerada uma das mais importantes dos anos 80. Influenciou gente do calibre de Pixies e Nirvana. Fez turnês com Dead Kennedys e Black Flag, expoentes do hardcore americano. Depois que o Husker Du acabou, fundou o Sugar, banda que durou apenas três anos mas conseguiu alçar Mould ao estrelato pela primeira vez. O Sugar tocou em grandes festivais pelo mundo e conseguiu emplacar seus dois discos no top 10 de álbuns no Reino Unido. Ele também participa de eventos beneficentes para causas gays, tocando, cedendo direitos de canções e participando de campanhas de combate ao HIV, entre outras coisas. Sim, ele é gay.

O que está fazendo agora? Acabou de lançar sua autobiografia, “See a little light”, escrita em parceria com o jornalista Michael Azerrad. Mas o lançamento não foi na Mercearia. Sua voz está no disco mais recente dos Foo Fighters: ele faz o backing vocal em “Dear Rosemary”. Dave Grohl é um fã declarado.

A música é boa mesmo?
Eu sou fã. Se você gosta de rock rápido, melódico e com uma certa agressividade, vai gostar da maioria das coisas que Mould fez. Abaixo, vai uma playlist com algumas das músicas mais divertidas de sua carreira.

Dê o play!
AMANHÃ TEM MAIS: Resenha sobre “See a Little Light”, autobiografia de Bob Mould.

.

Nenhum comentário: