26 de out de 2010

Bebê divino

[

Morei em dos lugares mais religiosos que já conheci e sei como o pessoal conservador dos Estados Unidos se relaciona com a religião. É assustador ver esse bebê agindo como adulto e "sentindo" a música de adoração que toca de fundo. Mas temos que entender que o ambiente todo em que ela vive é todo feito disso. Bem diferente daqui (São Paulo, por exemplo), onde existe espaço para tudo. Numa cidade pequena, na qual a vida gira em torno da religião o tempo todo, a bebê só vê, ouve e convive com o aspecto religioso da vida. É um pouco como aquele outro bebê que dança axé em outro vídeo:



Tudo isso para dizer: não vamos tirar sarro de primeira. Vamos pensar um pouco antes de dizer: "Nossa, que bizarro, que absurdo!".

2 comentários:

Dani Barg disse...

Este post é tão pequeno mas diz tanto sobre o julgamento que fazemos de tudo e de todos...uma ótima reflexão, adorei.

Diogo Rodriguez disse...

e acho que a internet facilita isso porque oferece muita informação fora de contexto. é fácil criticar de longe, sem saber do que se passa no entorno. obrigado por ler, Dani.